badge
Domingo, 28 de Outubro de 2007
Protejam-se das bruxas que o dia delas está a chegar
Meu Santinhos
 
A vossa Beata hoje foi à missa das 8 da manhã, porque com isto da mudança da hora fiquei toda baralhada e não fui só eu, porque a minha porca Miquelina e o meu burro Jeremias já estavam numa aflição porque não me viram chegar à hora do costume e até devem ter pensado que eu os tinha abandonado, como as pessoas sem coração fazem com os seus cães e gatos quando vão de férias, mas eu cá, sou muito piedosa e nunca cometeria tal crueldade.
 
Vim a correr,  assim que o Sr. Padre Cura me dispensou, e  num frenesim tal que nem vos conto, para vos avisar que tenham muito cuidado porque as Bruxas estão a chegar não tarda.
 
Por isso, meus ricos filhos, como eu vos prezo muito e não quero que o demónio e as suas seguidoras Bruxas vos chamem para o seu reino de perdição, aqui estão algumas artimanhas e benzeduras que se usam cá na aldeia ainda eu não era nascida e que pela certa vos vão proteger nestes dias.
 
Deixo-vos algumas crenças aqui da aldeia e estai atentos, porque nunca se sabe:
- Se numa família nascerem sete mulheres, sem que nascesse um homem pelo meio dizia-se que a última ou a primeira era bruxa.
- Não se deve brincar com a própria sombra, porque pode provocar doenças.
- Também não se deve contar estrelas porque faz aparecer verrugas.
- Quando aparecem borboletas em volta da luz, diz-se que são bruxas.
- No caso de se matar algum gato seguir-se-ão sete anos de azar na vida.
 
 
Agora, tomai atenção, meus queridos filhos, ao mau olhado:
 

Diz-se que uma pessoa tem mau olhado quando anda sonolenta, sem alegria e sem forças, com dores de cabeça. e atentai que ele pode ser lançado sobre nós apenas com um olhar na maior parte das vezes  por inveja ou maldade.

Para evitar que isso aconteça, deveis proteger-vos fazendo figas ao passarem junto de pessoas de quem desconfiem ou usando protecções, de preferência : medalhas, figas, cruzes, cornichos.
 
Aqui vai uma reza para que o mau olhado vos não apoquente: 
 

Dois tu deitaram, três tu tiraram,
foram as três pessoas da Santíssima Trindade que são Pai, Filho, e Espírito Santo Amén.
Enleado seja quem te enleou.
Acanhado seja quem te acanhou.
Amarrado seja quem te amarrou.
Embruxado seja quem te embruxou.
Invejado seja quem te invejou, em louvor da Nossa Senhora e do Santíssimo Sacramento, que este mal vá para fora e venha o bem para dentro.
Assim como a Virgem é pura assim tira o mal a esta criatura.
O sol nasce na serra e põe-se no mar de onde este mal veio há-de para lá voltar.
 
Um rico Domingo para todos e não se esqueçam de rezar muito para não ficarem embruxados, que aqui a vossa Beata sabe do que fala, apesar do o Sr Cura estar sempre a pregar que não há bruxas, mas que as há, Há.
 
Beijinhos repenicados
 
Desta que se assina e vos avisa
 
Beata da Aldeia
 
 

Como vai a minha vidinha:

Carta escrita pela Beata da Aldeia às 11:21
link do post | Escreve à Beata | favorito
|

31 comentários:
De carmemzita a 28 de Outubro de 2007 às 12:38
D.Beata agradeço-lhe muito os seus avisos. Estou a preparar-me para esse fatídico dia. Já corri a Aldeia toda para encontrar uma ferradura, mas tem sido difícil!...até parece que já não há bestas. Ou será que andam descalças?
Sabe, disseram-me que se deve pôr uma ferradura atrás da porta, para o mau olhado não entrar. E vai daí, pus-me a caminho à procura. Também podia ser um "corno", mas aí a dificuldade ainda é maior!...Dizem que há muitos por aí, mas ninguém os vê. Como esta tarefa se estava a tornar muito difícil, recorri aos meu fumos de ervas e raminhos de alecrim e voilá!...
Aconselho todos os amigos desta Aldeia a fazer o mesmo, não concorda D. Beata?
Palavra de CarmenZita!
Repenicados beijos e fiquem com uma boa estrela


De Beata da Aldeia a 28 de Outubro de 2007 às 15:34
Minha filha, não me fale em cornos que por aqui na minha aldeia, tem sido um ver se te avias, que não sei o que esta gente tem na cabeça, mas adiante que se faz tarde.

Também tenho uma ferradura cá na minha humilde casa, que era pertença de uma mula já do tempo dos meus avós, porque as bestas andam escondidas tal como as bruxas mas ainda andam por aí, que eu bem as vejo.

Também costumo usar os raminhos de alecrim que sobram dos defumadores do Sr. Cura e fico sempre muito aliviada.

Desculpe se a ofendi com isto das bruxas, mas não estava a referir-me a si, apesar da menina também saber destas artes, mas sei que as utliza para o bem.

Folgo em saber que também se está a proteger.


De casino de confianza en el Internet a 24 de Abril de 2009 às 14:04
Cuernos y herraduras también los utilizamos por eses lados. Además, tenemos las higas, no sé si las conocen, pequeñas manitas com el pulgar pasando entre el puño cerrado.
Saludos.


De FELINO a 28 de Outubro de 2007 às 15:25
Olá D. Beata
Eu cá ao pé do meu covil já ando de olhos bem abertos não vá aparecer uma Bruxa, mas as minhas garras agora que foram afiadinhas na manicure estão preparadas para quem vier por mal.
Agradeço a sua preocupação e até à minha nova visita. Ah! é verdade aqui está uma garrafinha de Piriquita de Herdade José Maria da Fonseca, tinto de 2004 para o Sr. Padre Cura e diga-lhe que apesar de não gostar de o visitar lá na Igreja eu mandei esta encomenda por si e obrigado

A sua Bênção minha Senhora.


De Beata da Aldeia a 28 de Outubro de 2007 às 15:40
Menino das garras ainda bem que já recuperou o seu olho pois como posso entender da sua carta, anda com os dois bem abertos para que não o apanhem nas redes do mal. Essas bruxas todas que para aqui andam, disfarçadas essas sim, com pele de cordeiro, e que se calhar até do mesmo cordeiro que o menino se negou a vestir e que estão sempre à espreita para atacar almas incautas como a sua.

O Sr. Cura agradeçe muito essa reserva especial e até me mandou rezar, p'ra garrafa não chegar cá partida, que era um desperdício.

Gosto muito de o ter na minha aldeia e quando cá voltar traga a familia que a minha casa é pobre mas muito farta e limpinha.


De FELINO a 28 de Outubro de 2007 às 18:25
Só me deixo apanhar quando quero, o que é raro e terei todo o gosto em aparecer na sua casinha, talvez um dia quem sabe?!

Beijo nas costas de sua mão como diz o cara laroca.
Um grande amigo de todos


De Beata da Aldeia a 28 de Outubro de 2007 às 20:48
A minha bênção, meu filho, então cá o espero e pode ter a certeza que tenho um queijinho à sua espera para beber com o tal tinto.

O cara laroca, anda a esquecer-se da Beata, não acha menino Felino?

Coitadito deve ser dos livros que anda a carregar de uma aldeia para outra.

Se o encontrar, diga-lhe da minha parte, que estimo muito que ele não se perca naquelas viagens todas que anda fazendo.

Uma Santa noite



De Visitante a 29 de Outubro de 2007 às 17:36
Oh Dona Beata!

Eu cá não me perco, minha Santa!

Ainda tenho cabeçorra para fixar aqui na memória os caminhos que faço entre as aldeias.

Não preciso cá nada dessas modernices de Gêpêésses, pois essas coisas ficam muitas vezes sem pilhas e depois não há caminhos para ninguém!

Beijo respeitoso nas costas da sua mão
Visitante


De Beata da Aldeia a 31 de Outubro de 2007 às 22:19
Já tinha saudades desta Cara Laroca e até fiquei a cismar que foi preciso eu mandar uma cartinha sobre as bruxas para o menino me vir visitar.

Cá para mim anda a precisar das minhas rezas, porque cheira-me que anda por maus caminhos outras vez.

Cuidado não beba azul nada esta noite, não vá acontecer-lhe como ao meu Zé


De Visitante a 4 de Novembro de 2007 às 20:50
Oh Dona Beata!

Depois de fazer a minha corrida, eu ainda pensei em beber uma daquelas bebidas azuis que fazem recuperar as forças...

Mas depois de ler o seu conselho... hmmm... achei melhor ficar esfalfado...

Respeitoso beijo nas costas da sua mão
Visitante


De MT-Teresa a 28 de Outubro de 2007 às 19:25
D. Beata
Verifico que já está de bem como seu Zé. Pois claro onde já se viu, a cantar de galo?

Fiquei preocupada com esta coisa das bruxas e vou tomar nota dos seus sábios conselhos, porque dizem que elas não existem, mas não devemos baixar a "guarda".

Beijinhos para si.


De Beata da Aldeia a 28 de Outubro de 2007 às 20:50
Boa noite minha santinha do Menino Jesus

Nunca baixa a guarda minha filha, que é como quem diz, ande sempre com um olho no burro e outro no cigano.
Há gente muito invejosa e proteja-se do mau olhado que quem a avisa seu amigo é.


Um soninho descansado



De teresworld a 29 de Outubro de 2007 às 09:56
Bom dia D. Beata!

Agradeço imenso a sua passagem pela minha humilde aldeia e peço desculpas se a apoquentei com o meu grito , longe de mim preocupá-la.
Mas, sinto que as suas rezas tiveram efeitos milagrosos, pois o fim-de-semana correu-me de feição.
Quanto ao dia das bruxas, tento acautelar-me queimando uns incensozitos e acendendo umas velinhas para iluminar as alminhas da minha aldeia...
Um bem haja para si e volte sempre ( a porta está entreaberta)

Um beijo repenicado

Teres


De Beata da Aldeia a 31 de Outubro de 2007 às 22:25
Outra filha, com nome de Santa, mas estrangeirado, seja muito bem vinda à aldeia da Beata e assim é que é, deve-se retribuir sempre as visitas que nos fazem, já dizia a minha santa mãezinha que graças a Deus era pobre mas com muita educação.

Fico muito contente por a ver aqui e não se esqueça que hoje é que as bruxas vão atacar em força, por isso previne-se minha filha.

Vou passar a rezar também por si


De KI a 29 de Outubro de 2007 às 13:47
N é um pouco herege essa receita contra o mau olhado? E se o padre cura sabe ? N sei n qual será a sua penitência!! O dia das bruxas está aí mas eu prefiro doce de abóbora do q abóboras iluminadas,e doces muitos doces todo o ano mas em forma de pessoa e mimo muito mimo.

Todos os insectos sãoa traídos pela luz ora!! EU queria era ter uma vassoura voadora, ou melhor a par com a minha paixão pelo Oriente um tapete voador e mil e uma noites de amor.

( Acho q hj me puseram algo no café. Embruxaram-me. Nem me reconheço tão delicodoce.)

E sempre... escolho sempre... travessuras lol!!!!!!


De Cristal a 30 de Outubro de 2007 às 11:01
Ehehehehehe mais uma "embruxada" vá-se lá o saber porquê


De KI a 1 de Novembro de 2007 às 16:20
Porquê ou por quem? é a vidinha...é a vidinha...


De Beata da Aldeia a 31 de Outubro de 2007 às 22:31
Menina Ki, faça favor de não espalhar p'ra aí aos sete ventos, que isto veio da minha parte, porque se o Sr. Cura descobre, excomunga-me.

Filha, se se sente embruxada, é melhor lavar-se 7 vezes com água e sal, mas não se pode enxugar nem vestir, mesmo que esteja corrente de ar.

Vai ver que fica melhor.

Cuidado não se deite hoje tarde, que elas andam aí, e se vir um gato preto, não o olhe nos olhos e finja que não deu por ele ou seja, passe ao lado e olhe em frente.


Desejo-lhe muita sorte para esta tenebrosa noite


De KI a 1 de Novembro de 2007 às 16:22
Eu já vi um Gato preto e olhei bem, lá está, tem toda arazão foi mesmo isso lol.

A noite foi tranquila porque montei... na vassoura e fui por aí dizendo: 'Gostosura ou Travessura?' E n é q todos preferiam travessuras? ai ai...

Doçuras...doçuras como cantam os outros...



De Visitante a 29 de Outubro de 2007 às 17:38
Prestimosa Dona Beata

Para bruxas já bastam algumas daquelas senhoras da política... Chiiiiiiiiçaaaaaaaa!!!!!

Cruzes Canhoto!!!

Beijo fervoroso
Visitante


De Cristal a 30 de Outubro de 2007 às 11:00
Só as senhoras da politica???????
Ai que este Mâuro anda muito desatento
Cruzes Canhoto ou antes abrenuncia Santa Quitéria eheheheheheheheh
Cristal


De . a 29 de Outubro de 2007 às 22:40
Olá D. Beata,
Pois cá estou eu de volta e em falta consigo, mas quando soube que o seu Zé gostava de postaizitos já eu estava de volta a província , nem sabe como lamento., mas como se diz lá por a minha aldeia, oportunidades não vão faltar...
Que lá isso a difamar as bruxas..? por acaso alguma vez lhe fiz mal , ou ouviu dizer que ando por ai a fazer patifarias?
Quanto ao reino da perdição... bom já não digo nada ,afinal mais vale um dia bem perdido do que uma vida sem historia...
Repenicados também para si santinha
E lembre-se um pecadito nunca fez mal a ninguém , assim como assim nunca vi ninguém morrer e apanhar o avião rumo ao céu ...que se diga de passagem deve ser um sitio estranho só anjinhos.
Santinha ou não pode sempre voltar ao meu bau dos pecados, é sempre bem vinda


De Beata da Aldeia a 31 de Outubro de 2007 às 22:46
Ai menina, que baralhada que me deixou. Então o seu baú é de sonhos ou é de pecados?

Cá para mim as bruxas já a apanharam


De . a 1 de Novembro de 2007 às 17:28
D Beata,
Nunca sonhou com o pecadito ou a idade já não lhe permite..?
Mas olhe que o homem só morre quando deixa de sonhar. vá lá confesse , olhe que mentir é feio.
Fui apanhada sim, há 25 anos , e ainda dizem que não há bruxas..


De lazulli a 30 de Outubro de 2007 às 10:01
Bom Dia D. Beata

Estive aí mais a baixo a tentar pôr em dia a minha correspondência à D. Beata. Mas, estou com pressa de colocar aqui a correspondência, sobre a Aldeia, que tenho que passar directamente do papel, para aqui.

Se fosse bruxa nem era preciso. Mas ainda não mereço essa subida de posto. Ando-me a treinar. Já vai ver.

Aproveitei a minha viagem ontem para fazer asneiras pelo caminho e saiu-me a primeira notícia, sobre a Aldeia.

Espero que seja do agrado da D. Beata e do Senhor Cura esta minha minuciosa descrição sobre a famosa Aldeia.

bj
até já!


De Beata da Aldeia a 31 de Outubro de 2007 às 22:51
tem que desculpar esta Beata, menina de Azul, porque ainda não arranjei vagar para ir à sua aldeia verde. Estas coisas das bruxas tem-me dado volta à cabeça e mesmo a dormir não tenho descanso.

Deixe lá passar esta noite de trevas e logo pela manhã, já lhe dou mais atenção, está bem menina?

Só para que saiba, todos os dias tenho comido as bolachinhas que fez o favor de me mandar, com o meu cafézinho, e até parece que tem vitaminas, que sinto-me logo fortalecida.

Feche bem a porta esta noite, rica filha


De Cristal a 30 de Outubro de 2007 às 10:57
Nos tempos que correm ela há bruxas todos os dias se bem que eu não acredito nessas coisas e sou um pouco como o famoso o S.Tomé, ver para crer .
Mas agradeço todos os seus conselhos e vou tentar cumpri-los com o máximo rigor , não vá uma bruxa me aparecer por ai e me "embruxar"
Beijos cristalinos D.Beata


De Beata da Aldeia a 31 de Outubro de 2007 às 22:57
Isso, faça isso, menina Cristalina, mais vale prevenir que remediar.

Com estas coisas, mesmo que se não vejam, nunca se sabe e também não há-de vir mal ao mundo, se tomarmos as nossas precauçóes.

Quanto ao livro do milagres, aquele de Fátima, parece que só agora a menina entendeu, mas eu até a desculpo, porque uma coisas daquelas não é todos os dias que acontecem, não acha?




De Margarida a 31 de Outubro de 2007 às 12:51
Dona Beata
Não tenho tido grande tempo, nem inspiração para lhe vir aqui rseponder à sua amável carta de conselho sobre bruxas.
Não sei se conheço alguma bruxa, mas como não costumam penso eu trazer escrito em nenhum lado "EU SOU BRUXA",se calhar conheço algumas e desconheço.
Eu ao contrário de muita gente,embora não sabendo se conheço,acredito que existam.
Afinal o "mal" existe não é verdade? portanto acredito que há sempre pessoas que nos querem mal ou que nos desejam mal,então assim sendo eu embora não conhecendo.Acredito nelas.
Pelo sim pelo não tomei nota dos seus conselhos.
Passe um bom dia de bruxas ou sem elas.
Desejo-lhe muita luz na sua vida, para afastar as bruxas


De Beata da Aldeia a 31 de Outubro de 2007 às 23:02
Desconfie sempre daquelas com cara de santas, Menina Margarida, porque pelo que se ouve dizer à boca pequena, por causa do Sr. Cura que é contra estas coisas, é que essas por vezes são as piores.

Não se esqueça dos gatos pretos que andam por aí a rondá-la minha filha e não se deixe enganar pelos olhos verdes que são sempre traiçoeiros.


Escreve à Beata

Escrevam à Beata ricos filhos
Vem cá ver a Beata da Aldeia

adopt your own virtual pet!
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Cartas fresquinhas

O Tempo Tanto Anda Como D...

A Beata vai voltar!!!

Até p'ro Ano

Não se deixem enganar

Feliz Natal e muita saúdi...

O Natal não tarda aí

Ajudem o Planeta a Respir...

O Novo Aeroporto

Pelo S. Martinho, prova o...

A boa caridade começa em ...

Sábado dançante na aldeia

Que grande pesadelo

Protejam-se das bruxas qu...

Assombração na aldeia

Os pedidos do Sr. Padre C...

De candeias às avessas

Não há formosura sem ajud...

O rir e o folgar não é pe...

Enquanto há saúde quedos ...

Mas que grande aflição

Cartas com bicho

Maio 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

aeroporto

agradecimento

água pé

aldeia

alegria

alhos

amigos

ano novo

árvores

assombração

bailarico

baile

beleza

benzeduras

blog

bruxas

burro

caridade

carta ao pai natal

cartas

cartas ao pai natal

casamento

castanhas

chuva

clima

cólicas

dançar

dia da floresta

dia das bruxas

domingo

esmolas

folgar

gasolina

histórias

homem

igreja

internet

magusto

mau olhado

medo

mulher

natal

net

noite

notícias

noticias

padres

pedidos

pesadelo

piaçaba

presentes

receitas

regresso da beata

rezas

roubo

s. martinho

sábado

são m. abreu

saúde

selos

sol

sr cura

tempo

testes

vida

zanga

todas as tags

últ. comentários
Anda tudo a correr me mal.Aparelhos avariam se sem...
Adoro o teu blog, ando sempre a ver as novidades, ...
Cuernos y herraduras también los utilizamos por es...
Visita o blog :http://rittiinha.blogs.sapo.pt/Obri...
Já estamos no Outono Boa Noite
Querem ver que a Beata foi de férias prolongadas?
A chuva já parou.o sol veio para ficar.A gasolina ...
Beatachamou a minha atenção - não por ser beata - ...
Venho pedir um grande favor:se me pode dizer quem ...
Enganei-me!!!!!!!!!!Um pocinho de petróleo...rsrs ...
mais comentados
RSS