badge
Domingo, 7 de Outubro de 2007
Aqui estou meus santinhos!
 
Boa tarde meninas e meninos
 
Tem esta o propósito de  vos dizer que aqui a vossa amiga Beata da Aldeia foi de excursão com o seu Zé lá para os lados de Montemor o velho porque o novo fica noutra freguesia e até tropeçámos no nosso primeiro Sócrates ou lá como é que ele se chama que depois das eleições salvo erro nunca mais lhe tinha posto a vista em cima e até foi uma confusão porque estava lá muita gente aos gritos e eu não gosto de barafundas que já me chega a minha vida quanto mais a dos outros.
Mas estava eu dizendo que por causa da passeata com o meu homem, só agora cheguei à minha aldeia e antes de entrar em casa vi a caixa do correio cheia de cartas e até lhe disse:
    
 
- Então agora ao domingo também há correio?
ao que ele me respondeu:
 - Humm
porque o meu Zé é de poucas falas mas eu já me habituei a ele e até o desculpo coitadinho.
 
 
Lá fomos entrando e depois de descalçar os sapatos que me apertaram os meus ricos pés o dia inteiro lá fui ver quem me tinha escrito.
 
E aqui, meus ricos filhos fartei-me de chorar.
 
Então não é que as cartas eram dos meninos e meninas que eu andei visitando nos últimos dias a pedir-me para eu continuar a escrever-lhes?
 
Fiz contas à vida e como só ajudo na Paróquia durante a parte da manhã, a seguir faço o almoço logo a contar com a  janta e depois pensei cá para comigo que em vez de andar por aí nas vizinhas era melhor eu vos fazer a vontade e assim aqui me têm porque o meu coração sempre foi mole e agora para a idade ainda mais e por isso eu não podia virar as costas a quem me recebeu tão bem.
 
Não se zanguem e até um dia destes se Deus quiser
 
Beijinhos repenicados desta que se assina
 
Beata da Aldeia
 

Como vai a minha vidinha:

Carta escrita pela Beata da Aldeia às 19:11
link do post | Escreve à Beata | favorito
|

25 comentários:
De Margarida a 7 de Outubro de 2007 às 20:16
Dona Beata
Como o prometido é devido, e como me convidou para a sua nova casa, aqui estou eu.Posso?
Obrigada pela sua visita no meu blogue, e fico feliz por ser a sua primeira "vítima",embora não tenha escorregado, pois que ainda a D.Beata,falta-lhe aqui um tapetezinho, para entrarmos sem lhe sujar a salinha
Não leve a mal D.Beata, estou a mangar consigo, é que eu sou levada para a brincadeira.
Volte sempre, decerto que eu voltarei também.


De Beata da Aldeia a 7 de Outubro de 2007 às 22:51
Ai minha rica menina das margaridas ainda bem que a vejo com outra cara e até veio aqui brincar com esta simples beata que sou eu e logo agora que estava com os meus pézinhos dentro de um alguidar com água e sal porque aqueles sapatos finos que eu hoje calcei incham-me muito os pés, mas lá estou eu a divagar porque o que lhe quero dizer é que sendo a menina não podia de deixar de lhe responder e de lhe mandar um beijinho por ter sido a primeira a vir à minha humilde casa.

Vou recomendá-la ao Sr. Cura e vou à procura do tapete para a entrada porque não quero que a menina se aleije

Durma em paz que eu vou voltar para o alguidar


De FELINO a 7 de Outubro de 2007 às 22:35
Olá D. Beata!
Para meu espanto não queira lá ver que foi visitar o Exm . Sr. Sócrates e não foi à missa de Domingo?
Merece já umas chibatadas do diabinho malvado.
Já vi que é daquelas muito beatas mas só de nome!
O que vão dizer aí na aldeia, j á pensou. Para uma senhora de idade este tamanho de corpo de letra não é o ideal, a não ser que tenha um óculos tipo fundo de garrafão de cinco litros! Veja lá se o senhor padre a deixa ter esta depravação, ter um blog é coisa do diabo. Também nunca vi uma beata de míni saia e de decote, coisas do diabo.
Mas resumindo gostei do atrevimento. Um beijinho e até à próxima missa.


De Beata da Aldeia a 7 de Outubro de 2007 às 23:02
Já que ainda aqui estou tenho que fazer mais um sacrificio e dar as bos vindas a este menino Felino que não sei bem se é um gato persa daqueles com muitos pelos e muito caros ou se é um lobo daqueles que comem as ovelhinhas quando estão no pasto e às vezes até no cercado.

Mas ele me dirá se devo comprar arame farpado por causa da fera ou se uma caminha daquelas que também se compram nas lojas, para o bichano não dormir ao relento que é como se usa cá na aldeia.
O menino felino deve ter artes de adivinhação, porque eu também não estava a ver quase nada mas agradeço-lhe do fundo do coração ter-me avisado porque já remedia a coisa e espero que agora não precise de ir roubar os fundos das garafas para ler as minhas cartas, mas depois me dirá está bem?

Fico muito, a modos que ruborizada com a sua visita e nunca se esqueça de voltar mais vezes mas venha dócil porque os felinos às vezes são do diabo da breca.

Gostei de saber que também vai à missa por isso reze por mim que eu também sou pecadora se não se importar

Uma santa noite que agora tenho mesmo que ir porque as dores nos pés não me largam


De FELINO a 8 de Outubro de 2007 às 06:27
Olá D. Beata
Será assim tão mau a minha visita, é com tantos sacrifícios até fiquei com pena.
Não! Não sou um gato persa mas sim um Lince que às vezes gosta de por as garras de fora principalmente a Beatas atrevidas.

Quanto às ovelhitas deixe-as estar no cercado que lá é que elas estão bem, não vão dizer para aí que eu é que sou o Lobo Mau.

Só sou dócil com quem merece e D. Beata ainda não demonstrou isso ou será que estou enganado?

Não! Eu não vou à missa como julga, um Lince dá muitas arranhadelas e come muita carne, principalmente Beatas que andem no bosque.

Bem o dia está a clarear e tenho que ir até ao meu covil.

Beijinhos e até já...


De Beata da Aldeia a 9 de Outubro de 2007 às 16:52
Não vai à missa mas devia ir menino Lince já ando a fazer uma novena em sua intenção


De FELINO a 9 de Outubro de 2007 às 22:59
D. Beata
Quero agadecer a sua bondade, mas como já lhe disse aqui o Felino não é muito dedicado a essas coisas prefere outras coisas que você taalvez ache pecado.

Mas agradeço a sua bondade

Um beijo e a sua bênção, em forma de respeito


De carmemzita a 8 de Outubro de 2007 às 00:17
Olá D.Beata da Aldeia...descobri o caminho pra sua Igreja, através d'outras paróquias, pois não me deixou o endereço quando me visitou!...

Mas cá cheguei!...ao seu banco de Igreja...ao cheirinho de naftalina e cera da sua falta de trabalho...rsrs mas Beata que se preze, é assim mesmo.

Esteja atenta para ver quem se anda por aí a confessar mais!...talvez descubra a origem dos pecados!...rsrs


De Beata da Aldeia a 9 de Outubro de 2007 às 17:00
Olha quem está na minha aldeia, a menina Carmenzita que é espanhola e tem o nome da minha prima Carmem que Deus já a levou.

Ai menina nunca pensei que o nome da minha aldeia ja estivesse a ser falado lá p'ros lados dos espanhóis que verdade verdadinha até não são má rezes tirando o quererem comprar tudo cá na aldeia.

Mas minha menina cigana digo-lhe já uma coisa do coração p'ra fora olhe que eu não ando a fazer cera por acaso até a uso que até ponho os bancos da Igreja a brilhar que mais parecem espelhos mas essa compro-a na venda do Ti Filipe que salvo erro é da sua terra.

Lá estou eu a divagar o que eu queria mesmo era mandar-lhe um beijo com muito salero que é para condizer com a menina



De lazulli a 8 de Outubro de 2007 às 01:11
Vim logo a correr, mas tenho que me ir deitar.

Ai minha querida Beata, está a encantar-me. Ai que coisa bonita aqui tem.

Genuíno. Diferente. Gostei.

Eu volto. Se volto. E esta música?! Acredita que aqui há pouco tempo procurei esta música no youtoube (nem sei se é assim que se escreve) pra fazer uma coisa bem disposta?!

Mas verdade mesmo é que não tenho aptidão nenhuma. Felizmente a Beata da Aldeia, ouviu o meu pensamento. É de ouvir muitas almas e querer alegrá-las a todas.

Pois digo-lhe, com muita satisfação, que adorei esta sua casa e acredito que fará dela, um lugar, único. Sinto-o!

Ainda nem vi direito. Mas já gosto. E, vou tentar acompanhar esta linda linguagem pura da Aldeia distan te. Acho que eu vou conseguir. Com tempo.

Tá tão bonito o blog. Eu sou assim. Um raio de uma tendenciosa quando dou para gostar de alguém. E, a Beata já não me escapa. Espero que nunca se zangue comigo. Às vezes tenho receio de escrever, porque explico-me mal. Mas estou a gostar do seu modo de ser. Acho-o único. Diferente. Sei lá! Tem algo de muito positivo. Algo que a mim, me encanta.

Espero ter capacidade para a acompanhar, sempre que puder. Não gosto de Beatas. Só da Beata da Aldeia. Nunca pensei mudar esta minha má impressão delas. Mas a Beata da Aldeia, conseguiu esse milagre. Conquistou mesmo o meu coração. Isto há coisas neste mundo que todos os dias, me espantam. Estou sempre a surpreender-me.

Este é um Grande Mundo! E, a ir assim, pode ser Grande e Bom. Para todos.

Olhe gosto de tudo, aqui. (Na sua rica casinha que se farta de dançar alegremente, ali para baixo. E, isto pra não falar da sua roupinha cor-de-rosa. Fica-lhe muito bem. É uma Beata moderna.) bonita.

- Isto ainda vai ser um confessionário . O senhor prior ainda se zanga consigo. Se a Beata der em confortar todas as almas, desta Aldeia grande. O que vai fazer o senhor prior?! Veja lá! Não a quero perder agora que a encontrei.

Um beijo
Com muito carinho

Bem Haja
Por tudo

(lazulli)


De Beata da Aldeia a 9 de Outubro de 2007 às 17:08
O meu coração derreteu-se todo com a sua visita menina de Azul, que a menina diz coisas que calam fundo cá dentro, como a menina só o Sr Cura quando faz aqueles sermões que põe toda a aldeia a chorar

Fico mesmo vaidosa por gostar da música cá da aldeia e vou-lhe dizer uma coisa até já cantei aquela letra que a menina me deixou na outra carta mas que linda que ela é, a menina tem jeito p'ra estas coisas lá isso tem.

Já me esquecia de lhe agradecer as bolachinhas e menina se aceita um conselho desta rude Beata não se deite muito tarde porque dizem aqui as raparigas novas que faz mal às rugas

Pode voltar quando lhe apetecer já sabe que esta aldeia está sempre ao seu dispôr


De lazuli a 10 de Outubro de 2007 às 09:59
Bom Dia Beata da Aldeia

E, não é que tem razão?! Quanto vale trabalhar na Paróquia e perceber de almas. Hoje, adormeci. Vai daí, nem pude comer a bolacha sossegada.


Mesmo assim o trabalho que espere, não podia deixar de vir dar-lhe um beijinho e desejar-lhe essa boa disposição para sempre porque faz feliz muitos corações.

Até logo
(lazulli)


De FELINO a 8 de Outubro de 2007 às 06:50
Desculpe de incomudar a sua reza da manhã, mas é só para dizer que a letra está na mesma, ou ainda não reparou, essa cabecinha sempre pensar no que não deve!


De lazulli a 8 de Outubro de 2007 às 09:22
Ó Beatinha, bem à janela
Ó Beatinha, bem à janela
Ver os teus ricos meninos/as
Ai Ai Ai
Que eles já estão aqui
Ver os teus ricos meninos/as
Ai Ai Ai
Que já precisam de ti
E das tuas santas palavras.



- Quer uma bolachinha?! Quer?! -

Bom Dia Querida Amiga
E um Dia muito bom e especial
Para a minha mais recente amiga (e se calhar única) amiga "virtual".

Um bj
(lazulli)


De Beata da Aldeia a 9 de Outubro de 2007 às 18:45
Ai menina de Azul estraga-me com essas coisas

Obrigadinha minha amiga dos Cristais


De M. Abreu a 8 de Outubro de 2007 às 09:48
Bom dia Minha Senhora

Que me perdoe, mas não resisto sem lhe formular duas questões, que são:

- É mesmo Beata por devoção?
- Comunga inteiramente os valores sagrados da santa madre igreja?

Mais uma vez, peço que me perdoe, mas esta minha curiosidade deve-se certamente à minha formação, e sabes? - por vezes não resistimo!

Mas seja como for D. Beata, são bons os vossos principios, de fazer bem sem olhar a quem!...
Como sabe, já Madre Teresa de Calcutá calcorreou este mundo levando com ela, sempre uma palavras amiga aos mais necessitados!

Quem sabe se a vossa missão na Net não será uma dessas, trilhar estes caminhos do virtual, e dando a todos (aos que vierem por bem) uma palavra amiga, uma palavra reconfortante de amizade, de paz e de amor!...

Sim, porque todos nós, pecadores que andamos gemendo e chorando por este vale de lágrimas, bem precisamos de um ombro amigo, de uma palavra que nos reconforte a alma e o espirito.

Fique na paz do Senhor e tenha um santo dia..

com consideração

M. Abreu


De Beata da Aldeia a 9 de Outubro de 2007 às 17:19
Menino Abreu antes que se me varre da memória tenho que lhe perguntar se o menino é familiar do Sr. Dr. Médico que vive naquele solar na entrada da aldeia e que tambem se chama Abreu só que o nome é António e não M.

É que se não é, até parece mesmo então a escrever nem lhe digo mas adiante aquilo mesmo que eu quero que o menino saiba é que eu também gosto de escrever cartas muito compridas como o menino Abreu escreve.

Assim é que é um consolo as cartas dão para a semana toda porque têm que ser lidas devagar p'ra se não perder o fio à meada.

A sua até tive que pedir à menina nova da farmácia no largo da feira que ma lesse e ainda vai a meio porque eu gosto de perceber tudo.

Agora falou aí na Madre Teresa de Calcutá que por acaso o nome não me é de todo estranho mas a santa da minha devoção é a Santa Teresinha do Menino de Jesus essa sim leva as rosas mais lindas que eu encontro quando vou fazer os arranjos na minha Igreja.

Ainda bem que se sente bem neste mundo da Internete porque eu tambem não tenha o que me queixar as meu rico menino temos que estar de olhos bem abertos porque o demónio espreita em qualquer lugar.

Fica avisado porque eu sei do que falo e tambem do que tenho ouvido por essas aldeias fora.

Diga-me lá então uando voltar cá, se é primo ou qualquer coisa assim do Sr Dr. está Bem?


De lazulli a 10 de Outubro de 2007 às 13:36
Eu "jurei" ficar sempre ao lado do M. Abreu. Por isso vou acrescentar (se calhar sem direito) umas palavrinhas das pequeninas, sobre ele.

Ó minha Querida Beata da Aldeia dos nossos corações carentes. Vou fazer uma incondidencia e dizer-lhe quem é o M. Abreu.

Não! Ele não é nada o descendente do sr. doutor, lá do solar. Não!

- ELE É UM ANJO, bom. Que por aqui está. "Juro" por todos os deuses, que ele é um anjo. Onde é que, lá no solar da Aldeia da Beata querida de todos, existiriam anjos?! Nos solares, hoje pontos de atracção turistica (rural) Ou às moscas (à espera de quem os olhe) só os morcegos.

Mas, as asas, do M. Abreu, são daquelas que se não veem, mas se sentem.

E, essas são as asas às que dou mais apreço. Muito mais valor.

Desvendado o mistério do Anjo Bom da Net. Nada melhor que os dois, juntos. Para mim é um conforto, ver-vos juntos.

Ai... esqueci-me do Zé. Espero que ele não goste de nets. Senão ainda vou ter outro inimigo. Também, aqui na net, mais um menos um não faz diferença. Tenho sempre a minha Beata da Aldeia e o Anjo, para me confortarem. ADORO-OS!!!!!!!!!!!

Ó sr Zé, se aqui vier, desculpe, mas eu gosto de anjos e acho que a Beata da Aldeia, merece um anjo. Desculpe. Desculpe. Desculpe.

Com carinho
Desculpe o abuso D. Beata Querida

Sempre grata
(lazulli)


De Margarida a 8 de Outubro de 2007 às 10:06
Dona Beata
Estou preocupada com a ASrª e com a sua rica casinha
surgiram-me dias ideias:uma é que a sua casa esteja assente numa placa tectónica, outra é que o seu Zé,não faz só Hum!
deve fazer hummmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm, e ..."até a barraca abana"
desejo-lhe um dia sossegadinho,porque pelos vistos a noite foi agitadinha.



De Beata da Aldeia a 9 de Outubro de 2007 às 17:26
Menina Margarida já deu para perceber que a menina é danada p'ra brincadeira mas olhe que isso não se diz, chamar barraca à minha casinha que me custou tanto a pôr em pé?

Numa coisa acertou menina, as minhas noites são o diabo, que me perdoe Nosso Senhor, por causa de um restaurante que deixaram abrir mesmo em frente à minha casa e que toda a noite é uma barulheira cheia de meninas que estão lá dentro e dos manganões dos rapazes que ora entram ora saiem.

Já se viu uma coisa assim?

Até já se juntaram umas quantas cá da aldeia para escreverem um carta não sei a quem para fechar auqle antro, dizem, de pecado que eu cá nunca vi nem nunca lá entrei e verdade seja dita nem o meu homem.

Vamos lá ver esta noite menina, obrigada pela sua preocupação




De MT-Teresa a 8 de Outubro de 2007 às 19:07
D. Beata
Não deixou o caminho no meu Blogue, mas eu vim aqui dar sem esforço.

Muitos parabéns pela sua aldeia que é sem dúvida alguma genuínamente portuguesa Gosto especialmente da Laurindinha que entra logo no ouvido.

Obrigada pela visita e mais uma vez lhe peço ( não de joelhos) que reze um terço por mim.

Vou voltar certamente

Teresa


De Beata da Aldeia a 9 de Outubro de 2007 às 17:34
Já rezei o terço que me pediu mas ainda bem que me permitiu rezar de pé, porque ando danadinha com dores nas articulações todas.

Menina MT desculpe que lhe diga mas isso é lá nome? pelo que percebi da sua carta tambem se chama Teresa que é mais bonito e até me faz lembrar a Santa de quem já falei aqui.

A menina parece que gosta muito de Luas mas tenha cuidado com os Lobisomens que atacam muito na lua cheia e minha rica menina quem a avisa seu amigo é.

Um beijinho e volte volte que eu tambem gosto de si e já prometi uma vela em como vou fazer com que a menina não ande sempre tão tristinha está Bem?


De Visitante a 8 de Outubro de 2007 às 21:39
Boa noite, Dona Beata

Mas que bela música a receber quem a visita.

Traz-me à memória já cinquentona uma bela canção de autoria de José Belo Marques, com uma letra de que ponho aqui um pequeno excerto:

Na minha Aldeia,
não há ódios mas estimas
há amor p'la vida alheia
todos são Primos e Primas...

O seu cantinho é uma autêntica lufada de aaa... aaaa....aaaaaaaaaaa.....AAAAAATCHIM!!!!!!!!... ar vresgo.... prondos, já be gonsdibei....

Um resbeidoso beijinho nas gosdas da sua bão
Visdande







De Beata da Aldeia a 9 de Outubro de 2007 às 17:36
Cada vez que recebo uma carta sua, fico com o coração aos pulos

Menino ainda me mata e depois que será do meu homem?



De Manuel Sousa a 26 de Junho de 2008 às 11:02
Venho pedir um grande favor:

se me pode dizer quem CANTA a "canção de autoria de José Belo Marques - NA MINHA ALDEIA, NÃO HÁ ÓDIOS MAS ESTIMAS ".

O motivo é que gostava de oferecer a uma pessoa Amiga esta canção, e não consigo encontrá-la.

Muito grato fico se me poderem ajudar, cumprimentando desde já,

Mel. Sousa
26/6/2008
Coimbra


Escreve à Beata

Escrevam à Beata ricos filhos
Vem cá ver a Beata da Aldeia

adopt your own virtual pet!
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Cartas fresquinhas

O Tempo Tanto Anda Como D...

A Beata vai voltar!!!

Até p'ro Ano

Não se deixem enganar

Feliz Natal e muita saúdi...

O Natal não tarda aí

Ajudem o Planeta a Respir...

O Novo Aeroporto

Pelo S. Martinho, prova o...

A boa caridade começa em ...

Sábado dançante na aldeia

Que grande pesadelo

Protejam-se das bruxas qu...

Assombração na aldeia

Os pedidos do Sr. Padre C...

De candeias às avessas

Não há formosura sem ajud...

O rir e o folgar não é pe...

Enquanto há saúde quedos ...

Mas que grande aflição

Cartas com bicho

Maio 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

aeroporto

agradecimento

água pé

aldeia

alegria

alhos

amigos

ano novo

árvores

assombração

bailarico

baile

beleza

benzeduras

blog

bruxas

burro

caridade

carta ao pai natal

cartas

cartas ao pai natal

casamento

castanhas

chuva

clima

cólicas

dançar

dia da floresta

dia das bruxas

domingo

esmolas

folgar

gasolina

histórias

homem

igreja

internet

magusto

mau olhado

medo

mulher

natal

net

noite

notícias

noticias

padres

pedidos

pesadelo

piaçaba

presentes

receitas

regresso da beata

rezas

roubo

s. martinho

sábado

são m. abreu

saúde

selos

sol

sr cura

tempo

testes

vida

zanga

todas as tags

últ. comentários
Anda tudo a correr me mal.Aparelhos avariam se sem...
Adoro o teu blog, ando sempre a ver as novidades, ...
Cuernos y herraduras también los utilizamos por es...
Visita o blog :http://rittiinha.blogs.sapo.pt/Obri...
Já estamos no Outono Boa Noite
Querem ver que a Beata foi de férias prolongadas?
A chuva já parou.o sol veio para ficar.A gasolina ...
Beatachamou a minha atenção - não por ser beata - ...
Venho pedir um grande favor:se me pode dizer quem ...
Enganei-me!!!!!!!!!!Um pocinho de petróleo...rsrs ...
mais comentados
RSS